Morte pode ser encarada com mais leveza nesses 5 livros

A morte é algo que as crianças não entendem muito bem, enquanto há adultos fazem de tudo para ignorar. Embora tentemos constantemente fugir do assunto, nenhum de nós consegue escapar dele.

Muitas vezes, crescemos traumatizados antes mesmo de vivenciar o trauma propriamente dito.

A verdade é que todos nós precisamos de ajuda para aprendermos a lidar com as transformações que ocorrem em nossas vidas. Isso nos possibilita contornar o peso e trazer um pouco mais de vida aos momentos difíceis.

Saiba que o processo de perda pode ser um pouco menos difícil com a ajuda de alguns livros. Afinal, uma das características da literatura é injetar coragem, disposição e alívio na alma.

Como a literatura ajuda a lidar com a morte?

A literatura pode ser usada com as crianças de maneira preventiva, antes que se tornem adultos com medo dos próprios pensamentos.

Abaixo, separamos algumas sugestões de livros que podem te ajudar a desenlaçar alguns nós e a elaborar melhor uma perda.

1. Morte e a procura por respostas

O avô não aparece mais, o que intriga a netinha. Nem a mãe, nem o pai, nem ninguém tem respostas para as perguntas diretas da menina.

Idosa na cama. Página 47 do livro Com o pé na estrada. Imagem ilustrativa texto morte.

Para tratar de um assunto tão delicado como é a perda de uma pessoa querida, é necessário sensibilidade e inteligência. É isso que você encontra na história Vovô foi viajar.

2. Estreitando os laços familiares

O livro Com o pé na estrada conta a história de Guga, um filho de pais separados.

Uma viagem à casa da avó traz à tona lembranças do tempo em que os pais moravam juntos. Depois da morte da avó, Guga e sua mãe voltam pra casa com a certeza de que se conheceram mais.

3. Encontro de gerações

Ele não era um avô comum. Na verdade, era bem diferente de todos os que Margareth tinha ouvido falar.

Em O avô de Margareth, você encontrará um texto terno e cheio de emoções. Temas como amor, respeito, compreensão, sensibilidade e perdas envolvem os personagens, que pertencem a gerações diferentes.

4. Saber se colocar no lugar do outro

Para manter-se viva, Júlia depende de uma doação de medula. Enquanto isso, Lucas aprende a sobreviver ao medo da morte, sem se dar conta das inúmeras perdas que enfrenta no dia a dia.

Pessoa com asas voando, carro e outras pessoas no chão. O que você vai ser quando morrer?, página 7. Imagem ilustrativa texto morte.

O livro Signo de câncer te convida a conhecer as vivências alheias, que revelam os desejos, carências, sonhos e mazelas do ser humano.

5. Reflexões sobre a vida após a morte

Uma bruxa pode virar fada e uma fada corre o risco de virar bruxa. O texto de O que você vai ser quando morrer? parte da pergunta feita no título.

Cada pessoa tem visões diferentes sobre estar no mundo e vida após a morte. Com uma linguagem clara, enxuta e interessante, o livro abre espaço para reflexões sobre nossos sonhos e expectativas.

Para encarar a morte com mais leveza

Já parou para pensar como a morte está presente no começo e no final de tudo aquilo que conhecemos? Por isso, pense nela como parte de um ciclo, onde cada recomeço está cheio de vestígios do que passou.

Outra forma de encarar a morte é como uma imortalização da paz. Assim, quando chega a hora de alguém, é o momento em que essa pessoa experimenta uma leveza que nunca sentiu em vida.

Certamente, lidar com a perda é algo difícil. No entanto, lembre-se de que a nossa essência não é definida pelos percalços que enfrentamos, mas pela forma como respondemos a eles.

Como você viu, até mesmo a morte pode ser vista de maneira mais leve. Se você acredita na força da literatura, entre em contato. Além dos livros acima, temos outras sugestões para te ajudar a atravessar esse momento.